26 julho 2011

Trabalhos com gruas, pórticos e pontes rolantes

Perigos / Riscos
  • Queda de objectos.
  • Entalamento.
  • Quedas dos operadores ao mesmo nível ou em altura (consoante o tipo de trabalho)
  • Agarramento ou arrastamento (nas engrenagens e órgãos rotativos das máquinas)
  • Esmagamento.
  • Corte.
  • Incêndio ou explosão.
  • Risco eléctrico.
  • Desrespeito pelos princípios ergonómicos.
Medidas de Protecção / Prevenção
 
Os trabalhos de manutenção de Pontes Rolantes deve ser executada por profissionais especializados, e antes de qualquer serviço desta natureza o equipamento deve ser desligado de fontes de energia. Adicionalmente deverá ser instalada sinalização de alerta no quadro de energia e de comando.
  • Os pontos principais a verificar na manutenção são os seguintes:
        * Sistema de Basculamento / Elevação
        * Cabos e acessórios
        * Carris e Roldanas
        * Lubrificação geral
        * Sistema de travagem
        * Componentes eléctricos e de comando
  • Utilizar correctamente os seguintes EPI’s (consoante a tarefa): capacete; luvas; óculos; protectores auriculares; botas com biqueira de aço.
  • Antes do início da jornada de trabalho, os operadores de Pontes Rolantes, gruas e pórticos deverão realizar uma inspecção visual do equipamento, devendo ser observados os seguintes pontos:
        * Estado de conservação dos cabos e correntes
        * Verificar sinais de corrosão da estrutura
        * Verificar eventuais fissuras ou empenos
        * Inspeccionar eventuais sinais de desgaste anormal
        * Testar o estado das botoneiras de comando e o seu funcionamento
        * Analisar o circuito eléctrico e o verificar o isolamento dos fios condutores.
        * Testar o sistema de travagem
        * Testar a capacidade de carga dos equipamentos e o dispositivo contra arranques intempestivos.

  • Antes de levantar a carga, verificar sempre se os cabos ou correntes não estão cruzados e verificar que os comandos estão em ponto morto antes de ligar o interruptor.
  • Assegurar que, antes de qualquer deslocação, ninguém se encontra na zona de movimentação da carga e que não há ferramentas ou obstáculos a obstruir os carris.
  • Não permitir a presença de pessoas na área adjacente à movimentação das cargas;
  • Não posicionar as mãos / pés debaixo da carga;
  • Nunca utilizar a ponte para transporte e movimentação de pessoas;
  • Nunca esticar repentinamente cabos ou correntes. Evitar fazer movimentos bruscos e manobrar as cargas suavemente.
  • É terminantemente proibido ultrapassar a capacidade máxima de carga estabelecida no equipamento ou manobrar cargas mal acondicionadas ou mal equilibradas;
  • Deverá evitar-se o entalamento de correntes / cabos ao descer a carga;
  • É importante que os operadores de gruas, pórticos e pontes rolantes tenham conhecimentos relativamente ao peso e ao centro de gravidade das cargas a serem suspensas;
  • Não utilizar a ponte rolante para o transporte de tambores e recipientes sob-pressão;
  • Não abandonar os comandos de movimentação de cargas deixando as cargas suspensas.
  • Não levantar obliquamente ou balancear a carga (excepto em situações de absoluta necessidade) e sob a responsabilidade do chefe de manobra.
  • Os ganchos de sustentação da carga devem estar dotados de patilhas de segurança que evitam a queda da carga numa situação de balanceamento inadvertido.

NOTA: todas as anomalias observadas, na inspecção ou durante as diferentes operações, deverão ser comunicadas imediatamente à chefia e interrompidos os trabalhos.

Nenhum comentário: